segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Devia morrer-se de outra maneira


Devia morrer-se de outra maneira.
Transformarmo-nos em fumo, por exemplo.
Ou em nuvens.
Quando nos sentíssemos cansados, fartos do mesmo sol
a fingir de novo todas as manhãs, convocaríamos
os amigos mais íntimos com um cartão de convite
para o ritual do Grande Desfazer: "Fulano de tal comunica
a V. Exa. que vai transformar-se em nuvem hoje
às 9 horas. Traje de passeio".
E então, solenemente, com passos de reter tempo, fatos
escuros, olhos de lua de cerimónia, viríamos todos assistir
a despedida.
Apertos de mãos quentes. Ternura de calafrio.
"Adeus! Adeus!"
E, pouco a pouco, devagarinho, sem sofrimento,
numa lassidão de arrancar raízes...
(primeiro, os olhos... em seguida, os lábios... depois os cabelos... )
a carne, em vez de apodrecer, começaria a transfigurar-se
em fumo... tão leve... tão sutil... tão pólen...
como aquela nuvem além (vêem?) — nesta tarde de outono
ainda tocada por um vento de lábios azuis...

José Gomes Ferreira

21 comentários:

Nuno Pereira disse...

Um anjo passou pelo teu reino e levou-te um pedaço de ti!
Tu sentiste-te tao vazia, que imploras-te que levasse o que restava também!
Mas não! Ele deixou por muitos anos. A força, a coragem, a enorme vontade. Para honrares a cada momento o pedaço que suavemente caminhou sob as asas do anjo, rumo ao céu, que fica no coração de quem o ama!

DANTE disse...

Já é assim Only...

Jokas :)

L!NGU@$ disse...

Antes fosse assim, com a rapidez que o texto faz parecer.

saves disse...

Tão lindo. Era mesmo tão bom que fosse assim. :(

XS disse...

Emocionaste-me, Only...ou sou eu que ando piegas...
Beijinhos :)

escarlate.due disse...

e é muito diferente disso?...
lindo!

New Radical disse...

Muito bom...

Adoro poesia

Kiss

OnlyMe disse...

Obrigada Nuno. Sempre presente quando preciso de força e coragem e as tuas palavras são sempre tão acertadas. Agradeço-te por esse carinho e atenção. Assim se vê o valor de cada ser humano.
Jinhos :)

OnlyMe disse...

Achas, Dante?! É reconfortante pensar que sim!
Jinhos :)

OnlyMe disse...

L!ngu@$ e saves, concordo que o tempo é que prolonga o sofrimento e a dor. Seria tão bem mais simples se fosse assim... como aquela nuvem além...
Jinhos :)

OnlyMe disse...

Não era essa a ideia XS. Apenas mesmo tentar transmitir o que me vai na alma pelas palavras do poeta. Mas se gostaste, fico contente por isso ;)
Jinhos :)

OnlyMe disse...

Não sei, escarlate.due. Não me recordo do terminar de outras vidas... tu lembras-te?!
Mas espero, sinceramente, que assim seja!
Jinhos :)

OnlyMe disse...

Eu também New Radical. Não engano ninguém pois não?! ;)
Jinhos :)

Artur Gonçalves Dias disse...

Belo texto

Saudações

sonhos/pesadelos disse...

OnlyMe, com o mesmo nó na garganta com que escreveste,o meu ao ler as tuas palavras diz-te que vai passar...a mágoa vai dar lugar á lembrança e memória do anjo que vela e olha por ti lá de cima...por cada lágrima tua que cai, uma pena cresce nas suas asas, e quando elas acabarem, as asas vão abrir lindas,e brilhar como quem agora te protege de cima...um bj de força

mdsol disse...

Muito boa escolha. O José Gomes Ferreira!

:))

OnlyMe disse...

Artur, obrigada pela visita. Volte sempre que queira.
Jinhos :)

sonhos/pesadelos, como agradecer as tuas palavras carinhosas e a emoção reconfortante que senti ao lê-las?! Muito obrigada pela força!
Jinhos :)

OnlyMe disse...

mdsol, obrigada.
Jinhos :)

francis disse...

bom dia,

chego numa altura em que as palavras teem um peso que as minhas ainda não merecem. desejo-te força e clarividencia neste momento.
obrigado pela tua visita, volta sempre.

Tinta Azul disse...

:)

Beijos

Dana disse...

Eu acho que devíamos transformar-nos em espuma do mar, como a Sereiazinha, na sua versão original.

***